quinta-feira, 15 de junho de 2017

Benefícios da Romã - 3


Os benefícios, claro, só aparecem com o consumo freqüente da fruta. O recomendado é que se beba 50 mililitros do suco concentrado todos os dias. Portanto, não exagere, basta uma fruta ou um suco ao dia, é mais do que suficiente.

Para tirar as sementes é fácil, basta cortar com a faca em duas metades na linha horizontal da fruta. Depois dê pequenos cortes de dentro da película branca para fora das cascas. Então, é só dar leves batidos na parte de trás de cada metade da romã, com a parte de manuseio da faca, que as sementes cairão.

Importante: é preciso cautela com riscos de intoxicação por superdosagem da romã. Nas infusões, não deve ser consumida mais do que 1/4 da casca da fruta. Sua ação é potente para atacar bactérias causadoras das infecções, mas substâncias contidas na fruta, também podem agredir a mucosa intestinal, além de causar paralisia temporária.

E evite aquecê-la, o calor destrói as propriedades da fruta.

No Brasil, por enquanto, são poucas as opções no mercado, uma delas é uma bebida que contem extrato de romã (e de outras frutas vermelhas). Superconcentrada, vem numa garrafa de 470 mililitros, vendida no sistema de porta em porta, custa em média R$ 50 reais. O preço é meio salgado, mas a vantagem é que rende 10 doses e age como alimento funcional, ou seja, protege, evita e até pode tratar doenças. Tem a versão tradicional com açúcar, mas é preferível a sem nenhum tipo de adoçante artificial, o sabor doce vem da própria fruta (frutose).

Fazendo o próprio suco:

Receita de um suco simples: Bata a romã, bem lavada (passar uma escova), com a casca, sementes e polpa (não obstante, dispense a película branca, ela é amarga) com um pouco de água no liquidificador ou na centrifuga, coe e beba. 

Ou então, faça um suco de uva e romã: Passe 1 xícara de chá de uva Thompson (ou preferencialmente, orgânica) e 1/2 xícara de chá de sementes de romã na centrifuga (ou bata no liquidificador) com 1 xícara de chá de água. Coe e sirva em seguida com gelo. Essa dá dois copos de 80 calorias cada. 

E também, sugiro uma opção de bebida com a fruta mais simples de preparar: Coloque as sementes da romã na jarra ou garrafinha de água, junto com gotas de limão. Fica bem refrescante!

Se preferir, salpicar os grãos inteiros nas saladas verdes ou de frutas, para deixar a salada colorida, diferente e mais rica em nutrientes. Sendo que a romã é bastante usada nos pratos árabes, acompanha bem a deliciosa pasta de berinjela (Baba Hanuj), de que sou fã!

Se tiver um jardim, vale a pena plantar a árvore. Também é facilmente cultivado, até mesmo em vasos de plantas perto da janela, com um pouco de sol, o pé de romã se desenvolve bem. Sua versão em bonsai é muito popular, tenho uma romã na janela, de uns nove anos que, uma ou mais vezes ao ano se enche de pequenos frutos. Certamente, ter um pé de romã em casa é um belo ornamento!

Não importa como for usá-la, o fundamental é saber que você estará colocando uma dose extra de antioxidantes, minerais, e um gostinho a mais no cardápio.




Deixe seus comentários e Compartilhe!

brazilsalesforceeffectiveness@gmail.com